Shantala

Em qualquer relação social, o vínculo se constrói a partir da conversa, do encontro e da semelhança. São esses alguns dos fatores que possibilitam que as pessoas criem laços afetivos. Na infância, nos primeiros anos de vida do bebê, esse elo entre mãe e filho se estabelece, principalmente, a partir do toque. Segurar a criança no colo, amamentá-la e dar carinho são formas de ambas criarem intimidade.

Uma das formas de aproximação também é por meio da Shantala, uma massagem indiana derivada da técnica Ayurvédica, indicada para ser feita em bebês. A prática foi popularizada pelo obstetra francês Frédérick Leboyer quando, em uma viagem ao sul da Índia, viu uma mãe acariciando seu filho de forma amorosa e acolhedora. A mulher se chamava Shantala e a maneira dócil e cuidadosa como tocava a criança passou a ser estudada por Leboyer e conhecida mundialmente.

Confira alguns benefícios da prática da Shantala:

  • Alivia as cólicas
  • Aprofunda o vínculo entre mãe e filho
  • Melhora o sistema imunológico
  • Proporciona consciência corporal
  • Auxilia no desenvolvimento de bebês prematuros
  • Transmite segurança para o bebê
  • Traz confiança para mães de primeira viagem
  • Faz com que seu bebê se sinta amado

Inicio com o umbigo cicatrizar e para o carinho não há idade limite.