Blog

  • IMPORTÂNCIA DO VÍNCULO PATERNO

    Publicado em 17-10-2016 | ACONTECE NA SPAÇO

    Por muito tempo e ainda hoje fala-se muito sobre a importância da mãe para o desenvolvimento dos filhos, sobre sua afetividade, disposição, dificuldades, alegrias e desafios. Claramente a mãe é fundamental nesse processo, mas e o PAI?

    Durante a gestação o bebê tem suas maiores necessidades satisfeitas automaticamente pelo corpo materno, fome, sono, controle de temperatura, etc. No nascimento, quando o cordão umbilical é cortado, apesar da separação física, ainda permanece essa simbiose entre mãe e bebê. Esse bebê acredita que a mãe é uma extensão dele, como fora antes do parto.  Aos poucos o bebê precisa perceber que ele e a mamãe são seres diferentes, mas para que esse processo de distinção ocorra de forma tranquila e saudável o PAI é de extrema importância.

    O PAI é o não-eu, a primeira pessoa fora dessa simbiose. É com o PAI que o bebê aprende a se diferenciar da mãe e aprende a se relacionar, a partir daí ele tem o modelo para criar laços com os amiguinhos, professores, familiares e cuidadores.

    Sendo o PAI o parâmetro das relações futuras da criança é preciso que esse vínculo seja de qualidade e segurança. E como fazer isso?

    1-      Quanto antes o pai interagir nesse processo mais fácil fica esse aprendizado. Muitos pais falam com o bebê desde a gestação, o reconhecimento da voz é um ótimo meio para começar essa relação.

    2-      Participe de tudo. Gestar e amamentar, são funções exclusivas da mãe, mas isso não quer dizer que você não pode estar junto, atividades com banho, troca de fralda, colo, natação, etc. são ações que permitem que o bebê tenha cada vez mais segurança na sua presença.

    3-       Paciência e carinho. A chegada do bebê muda toda dinâmica familiar, todos precisam se readequar, essa organização pode levar algum tempo.

    Passada essa fase inicial de diferenciação, o PAI passa a ser o modelo de identificação da criança, tudo o que o PAI faz é mais legal e é passível de ser copiado. Uma relação divertida, saudável com diálogo e apresentação clara de regras e limites, faz que seu filho se torne muito mais confiante em si mesmo. Aproveite essa identificação ao máximo, você será um bom PAI e a consequência é um filho incrível.

    Cabe aqui um elogio aos PAIS, especialmente aqueles que frequentam a Spaço Mãe e Bebê. Não só pelo MÊS DOS PAIS, mas por participarem ativamente da vida de seus filhos em cada atividade. É lindo presenciarmos um pai trazendo a filha para o ballet, participando da aula de natação, comemorando um novo golpe no judô, aprendendo Shantala e questionando o por que da senha do WIFI ser AMORDEMÃE, isso demonstra a aproximação e preocupação dos pais numa fase de desenvolvimento tão importante.

    PARABÉNS PAPAIS vocês são realmente os super-heróis que ajudam a construir uma sociedade melhor.

    Psicóloga Monize Santos CRP 12/14502